Insônia associada ao aumento do estresse na pandemia é um fenômeno que atinge pessoas no mundo todo. Saiba o que você pode fazer.

"> Especialistas dizem que a pandemia está trazendo problemas para nosso sono | O plano global de saúde da sua família

Bem estar

Especialistas dizem que a pandemia está trazendo problemas para nosso sono

Pesquisas confirmam que a má qualidade do sono interfere diretamente na saúde. Além de causar falta de concentração no trabalho, mal-estar físico, dores de cabeça e náuseas, a privação de sono ou sua má qualidade desencadeia diversos problemas de saúde como obesidade, hipertensão arterial, doenças cardíacas e depressão.

Em reportagem publicada pelo jornal norte-americano The Washington Post, médicos e pesquisadores afirmam que a pandemia está causando danos profundos ao sono das pessoas.

A pandemia aumentou o estresse e perturbou as rotinas. Os dias carecem de ritmo e interação social, notícias emocionantes e ruins, excesso de luz azul das telas celular e computadores têm aumentado os problemas com o sono.

“Pacientes que costumavam ter insônia, pacientes que costumavam ter dificuldade em adormecer por causa da ansiedade, estão tendo mais problemas. Pacientes que estavam tendo pesadelos têm mais pesadelos. Com a covid-19, reconhecemos que agora existe uma epidemia de problemas de sono” disse Alon Avidan, neurologista que dirige o Centro de Distúrbios do Sono da UCLA.

Antes da pandemia a falta de sono já era uma crise latente de saúde pública. Aproximadamente 10 a 15 por cento das pessoas em todo o mundo sofrem de insônia crônica e dificuldade para adormecer.

Ouça no link abaixo a Dra. Renata Trimer, assessora científica da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (Socesp), explicando como o sono interfere em nossa saúde e como podemos melhorar a sua qualidade durante a pandemia:

https://soundcloud.com/user-569305538/como-o-sono-pode-afetar-a-nossa-saude-cardiovascular-e-nossa-imunidade-nos-tempos-de-pandemia


The Washington Post e Socesp

Voltar para listagem