Sociedade Brasileira de Diabetes disponibiliza um amplo material sobre a doença

"> Mês de novembro também é de conscientização e prevenção da diabetes | O plano global de saúde da sua família

Bem estar

Mês de novembro também é de conscientização e prevenção da diabetes

O Dia Mundial da Diabetes foi criado em 1991 pela IDF em conjunto com a OMS (Organização Mundial da Saúde), em resposta às preocupações sobre os crescentes números de diagnósticos no mundo.

A data tornou-se oficial pela ONU (Organização das Nações Unidas) a partir de 2007, com a aprovação da Resolução das Nações Unidas 61/225. O dia 14 de novembro foi escolhido por marcar o aniversário de Frederick Banting que, junto com Charles Best, concebeu a ideia que levou à descoberta da insulina em 1921.

A International Diabetes Federation (IDF) estima que uma em cada 10 pessoas adultas em todo o mundo conviva com a diabetes. No Brasil, o número de diabéticos ultrapassa os 16 milhões.  Aproximadamente 45% das pessoas afetadas pela diabetes não sabem que estão doentes, o que reforça a necessidade de cuidados e prevenção.

Diabetes - Sinais e Sintomas

A diabetes é caracterizada pela produção insuficiente ou má absorção de insulina, hormônio que regula a glicose no sangue. Por isso, quando mal controlada, a doença pode causar infarto do miocárdio, acidente vascular cerebral, insuficiência renal, cegueira e amputações dos pés ou pernas, por exemplo.

O desencadeamento de diabetes tipo 1 é geralmente repentino e dramático e pode incluir sintomas como:

- Sede excessiva

- Rápida perda de peso

- Fome exagerada

- Cansaço inexplicável

- Muita vontade de urinar

- Má cicatrização

- Visão embaçada

- Falta de interesse e de concentração

- Vômitos e dores estomacais, frequentemente diagnosticados como gripe.

Os mesmos sintomas acima podem também ocorrer em pessoas com diabetes tipo 2, mas geralmente são menos evidentes. Em crianças com diabetes tipo 2, estes sintomas podem ser moderados ou até mesmo ausentes.

No caso do diabetes tipo 1, estes sintomas surgem de forma abrupta e às vezes podem demorar a ser identificados. Já no diabetes tipo 2, esses sintomas podem ser mais moderados ou até mesmo inexistentes.

Não se sabe ao certo por que as pessoas desenvolvem o diabetes tipo 1. Sabe-se que há casos em que algumas pessoas nascem com genes que as predispõem à doença, mas outras têm os mesmos genes e não têm diabetes. Outro dado é que, no geral, o diabetes tipo 1 é mais freqüente em pessoas com menos de 35 anos, mas vale lembrar que ela pode surgir em qualquer idade.

INFORME-SE E CUIDE-SE

A Sociedade Brasileira de Diabetes disponibiliza no seu site um amplo material com tudo sobre a diabetes. São e-books, áudios e vídeos. Acesse nos links abaixo

E-BOOKS SBD - https://diabetes.org.br/e-books-publico/

SBDCAST PODCAST – ÁUDIOS - https://podcastsbd-publico.libsyn.com/

VÍDEOS - DIABETES PLAY - https://diabetesplay.com.br/

Voltar para listagem